.:Distribuidora Ultrafar - remédios e materiais hospitalares
08h às 17h (92) 98287-3252

Vacinação: cuidados e importância de tomar as duas doses

Vacinação: cuidados e importância de tomar as duas doses
Compartilhar:
Categorias: Gestão

Toda campanha de vacinação tem como objetivo cuidar da população e combater uma doença que pode ser prejudicial para a saúde pública do país. 

Por isso, é muito importante que a maior parte da população embarque nessa campanha. Assim, juntos, erradicando cada vez mais doenças e promovendo uma maior qualidade e expectativa de vida. 

Então, continue lendo para entender como funciona a vacina e qual é a importância de se vacinar. 

Qual o objetivo de uma campanha de vacinação? 

O Brasil está na lista dos países do mundo que possuem um serviço de vacinação eficiente, se destacando pelas campanhas de vacinação já bem-sucedidas. Hoje, estamos vendo a importância da vacinação contra o coronavírus. 

Mas, muitas pessoas ainda não entendem tão bem a importância da vacina na erradicação de doenças. Por isso, é importante entender o que são as vacinas e como elas podem nos ajudar. 

As vacinas são substâncias que são produzidas em laboratório, com o objetivo de estimular a produção de respostas imunológicas no seu corpo. Assim, o nosso corpo produz os anticorpos necessários para se proteger de determinada doença. 

A sua produção é feita a partir do próprio vírus que causa a doença. Em geral, esse vírus é inativado ou enfraquecido, e colocado no nosso corpo. Mas a produção de cada vacina varia de acordo com a doença e tecnologias disponíveis.

Essa forma mais fraca do antígeno no nosso corpo é o suficiente para produzirmos uma resposta. Pois, o nosso corpo identifica um agente estranho e desconhecido. 

Automaticamente, ele começa a produzir anticorpos para atacar esse corpo desconhecido. Então, aos poucos e lentamente essa produção começa a acelerar e o nosso corpo passa também a produzir células de memória. 

Essas células possuem as informações desse vírus gravadas nelas. Isso significa que se entrarem em contato novamente com o mesmo antígeno, elas já sabem o que fazer e produzem anticorpos em uma proporção mais rápida. 

Assim, por conta dessas células de memória, quando a pessoa está vacinada, o seu sistema imune passa a agir rapidamente contra a doença, impedindo que ela se desenvolva. 

A vacina é um método de prevenção, pois ela prepara o seu corpo para estar forte e pronto para combater o vírus, caso você entre em contato com ele.

Qual a importância da vacinação? 

A vacina é utilizada para diversas doenças, como por exemplo: sarampo, meningite, coqueluche, hepatite, gripe e, agora, o coronavírus. Sendo muito importante porque é um instrumento capaz de erradicar doenças muito perigosas. 

Quando uma boa parcela da população é vacinada, a população passa a estar imune da doença. Por isso, quando você se vacina, além de se proteger, você está protegendo os outros ao seu redor também. 

Você não passa adiante o vírus, e isso faz com que a vacinação seja um método eficaz para erradicar doenças. Conforme o número de vacinados aumenta, os números de casos da doença vão caindo até que não existam mais casos. 

Há uma redução no número de hospitalizações pela doença, assim como uma redução no número de mortes. O que traz uma maior qualidade de vida, longevidade e até mesmo menores custos com medicamentos e hospitais. 

Mesmo sem a população inteira estar vacinada, a grande maioria já torna possível a erradicação de doenças. Como por exemplo a poliomielite que já foi erradicada do Brasil através da vacina.

Em relação ao novo coronavírus, a vacina, quando atingir a maior parte da população, permitirá que os números de casos diminuam muito. Ou seja, até que possamos dizer que finalmente vencemos esse vírus, sendo preciso um engajamento de todos.

Com uma boa parcela da população imunizada, poderemos voltar aos poucos, com todos os cuidados, a vida como conhecemos e teremos uma preocupação a menos. 

 

Cuidados necessários em uma campanha de vacinação

Algumas pessoas não tomam vacina por terem medo de um possível efeito colateral. É verdade que algumas vacinas possuem efeitos, mas, para serem aprovadas pela Anvisa, elas passam por rigorosos critérios. 

Se você tem acesso à vacina, não tem porque se preocupar, pois ela é segura para a sua saúde. Algumas vacinas não são indicadas para um certo grupo da população, e é preciso ficar atento a isso, qualquer coisa consulte o seu médico. 

Um cuidado que é preciso ter com algumas vacinas, como no caso da vacina para o coronavírus, é tomar a segunda dose. É muito importante tomar a segunda dose quando é indicado. 

Só a segunda dose dará a proteção total que você precisa. Quando você recebe a primeira dose de algumas vacinas, o seu organismo começa a produzir os anticorpos. Mas eles não são suficientes para combater o vírus por muito tempo. 

Por isso, é preciso continuar com todos os cuidados depois que você tomou a primeira dose, porque você ainda não está totalmente protegido. A segunda dose é fundamental para reforçar a produção de anticorpos e então garantir a eficácia da vacinação. 

Em geral, as vacinas que possuem duas doses possuem também um prazo, um período de tempo que você deve esperar entre a primeira e a segunda. É importante respeitar esse tempo e não esperar muito para tomar a segunda dose, ou a primeira pode perder o seu efeito. 

Com isso, você teria que tomar a primeira dose novamente. Além disso, muitas vacinas demoram algumas semanas para fazer efeito e é considerado que apenas depois de duas semanas a vacina atinge a sua eficiência total. 

 

Conclusão

Ainda, no caso do coronavírus, o indicado é que mesmo após a segunda dose, você continue tendo os cuidados básicos. Como usar álcool em gel e máscara, enquanto não atingirmos um número maior de imunizados no país. 

Mas, sem dúvidas, ao ter tomado a segunda dose você está muito mais protegido, e pode aos poucos retomar a sua vida normal. Além de ajudar a proteger todos ao seu redor. 

E aí, esse artigo foi útil para você? Compartilhe com todos que você conhece sobre a importância da vacinação. 

Posts relacionados